Manchete Regional

Homem acusado de assassinato em SP é preso em Poços

Suspeito era inquilino da vítima e devia cerca de 9 mil reais a ela.

Imagem do circuito de segurança.

Um homem acusado de assassinato foi preso na noite desta terça-feira (11) em Poços de Caldas. Segundo a Polícia Civil, responsável pela prisão, Ricardo Araújo Lima, de 48 anos, teria matado a tiros a comerciante Maria Irene Arruda de Lima, em São Paulo, no dia 5 deste mês.

Conforme a PC, o suspeito era inquilino da vítima e devia a ela seis meses de aluguel, cerca de 9 mil reais. A suspeita é que as cobranças teriam motivado o crime.
A polícia informou ainda que o suspeito havia se apresentado na delegacia da cidade na fim de semana, mas por não existir mandado de prisão expedido ele foi liberado. Porém, após as investigações apontarem que o suspeito estava preparando para fugir de Poços, o mandado foi expedido e a prisão efetuada em uma rodovia do munícipio.

Na delegacia o suspeito teria assumido a autoria do assassinato, disse que comprou a arma em uma favela, além disso, disse também que premeditou o crime por suspeitar que a vítima havia ordenado ameaças contra ele.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Homem acusado de assassinato em SP é preso em Poços

Um homem acusado de assassinato foi preso na noite desta terça-feira (11) em Poços de Caldas. Segundo a Polícia Civil, responsável pela prisão, Ricardo Araújo Lima, de 48 anos, teria matado a tiros a comerciante Maria Irene Arruda de Lima, em São Paulo, no dia 5 deste mês.

Conforme a PC, o suspeito era inquilino da vítima e devia a ela seis meses de aluguel, cerca de 9 mil reais. A suspeita é que as cobranças teriam motivado o crime.
A polícia informou ainda que o suspeito havia se apresentado na delegacia da cidade na fim de semana, mas por não existir mandado de prisão expedido ele foi liberado. Porém, após as investigações apontarem que o suspeito estava preparando para fugir de Poços, o mandado foi expedido e a prisão efetuada em uma rodovia do munícipio.

Na delegacia o suspeito teria assumido a autoria do assassinato, disse que comprou a arma em uma favela, além disso, disse também que premeditou o crime por suspeitar que a vítima havia ordenado ameaças contra ele.

Inscreva-se Newsletter

Inscreva-se em nossa newsletter e receba em primeira mão nossas novidades!
[CARREGANDO...]

Parceiros

Publicidade

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )